next up previous contents
Próxima: Câmara de Cintilação Volta: Equipamentos Anterior: Como funciona uma câmara CCD?


Imageamento Gama

\epsfig{file=elawrence.epsf,width=5cm,clip=} \epsfig{file=jlawrence.epsf,width=5cm,clip=}

No imageamento por raios $ \gamma$, o radio-nuclídeo mais comummente utilizado é o tecnécio $ ^{99m}_{43}{Tc}$, que decai somente por emissão de raio-$ \gamma$ de 140 keV, com uma meia-vida de 6 horas. Ele é produto do decaimento do molibdnênio

$\displaystyle ^{99}_{42}\mathrm{Mo}
{\mathrel{{\mathop{\null\longrightarrow}
\l...
...null\longrightarrow}
\limits_\mathrm{6\,hr}^{\gamma}}}}\,
^{99}_{43}\mathrm{Tc}$

produzido em aceleradores ciclotrônicos, inventados por Ernest Lawrence na Universidade de Califórnia em Berkeley, em 1931. Seu irmão, John Lawrence, é considerado o pai da medicina nuclear, por ter sido o primeiro a tratar um paciente de leucemia em 1936 com o isótopo radiativo do fosfato. Em 1937, Joseph Hamilton foi o primeiro a utilizar traçadores radiativos para estudar a fisiologia da circulação.

Como os raios-$ \gamma$ não podem ser focados, utiliza-se um colimador multi-fendas para delinear a imagem do paciente, como parte da câmara gama, ou câmara de cintilação.


next up previous contents
Próxima: Câmara de Cintilação Volta: Equipamentos Anterior: Como funciona uma câmara CCD?

Modificada em 21 set 1998