Próximo: Período Sinódico e Sideral Volta: Movimento dos Planetas

Classificação dos planetas em ordem de distância ao Sol

Planetas inferiores:
Mercúrio e Vênus. Têm órbitas menores do que a órbita da Terra. Os dois planetas estão sempre muito próximos do Sol, alcançando o máximo afastamento angular em relação ao Sol de 28tex2html_wrap_inline61, no caso de Mercúrio, e 48tex2html_wrap_inline61, no caso de Vênus. Por essa razão eles só são visíveis ao anoitecer, logo após o pôr do Sol (astro vespertino; em 6.9.12, o Sol se põe às 18:12, Mercúrio nasceu às 06:29 e se pôs às 17:49, em Porto Alegre), ou ao amanhecer, logo antes do nascer do Sol (astro matutino; Vênus nasceu às 4:10 e se pôs às 14:45).

Em 2012, a máxima elongação leste (entardecer) de Mercúrio ocorrem em 5 de março (18,2°), 1 jul (25,7°) e 26 out (24,1°) e oeste (amanhecer) em 18 de abril (27,5°), 16 de agosto (18,7°), e 4 de dezembro (20,6°). As de Vênus ocorreram no entardecer de 27 de março (46°E) e no amanhecer de 15 de agosto (45,8°). As variações nas elongações máximas ocorrem porque as órbitas são elípticas.

Planetas superiores:
Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e o planeta anão Plutão. Têm órbitas maiores do que a da Terra. Podem estar a qualquer distância angular do Sol, podendo ser observados no meio da noite.

Marte esteve em oposição em 3 de março. Júpiter estará em oposição em 3 de dezembro. Saturno esteve em oposição em 15 de abril.

Configurações planetárias

Para definir as configurações dos planetas, que são as posições características dos planetas em suas órbitas, vistas da Terra, vamos antes definir elongação:

elongação (e):
distância angular do planeta ao Sol, vista da Terra.

Configurações de um planeta inferior

Configurações de um planeta superior


Próximo: Período Sinódico e Sideral

Volta: Movimento dos Planetas

Volta Astronomia e Astrofísica

©
Modificada em 5 set 2012